Saiba como realizar um financiamento de energia solar

Você sabia que pessoas físicas e jurídicas podem aderir a um financiamento de energia solar?

Existem várias instituições financeiras e também iniciativas governamentais que são específicas para quem deseja investir no sistema fotovoltaico para casas, empresas e propriedade rural. Os juros e as condições de carência costumam ser bem atraentes.

Portanto, neste artigo, confira algumas informações importantes sobre o financiamento e conheça algumas linhas de crédito.

Por que investir em energia solar?

Antes de falarmos sobre o financiamento de energia solar, vale a pena relembrarmos os motivos pelos quais você deve aderir ao sistema:

  • A energia solar é uma fonte limpa e renovável de energia;
  • Ela pode reduzir em até 95% a sua conta de luz;
  • O sistema tem um payback e um ROI garantido;
  • Se interligado à rede de energia pública, você tem créditos em kWh (quilowatt-hora) caso produza mais energia solar do que consumiu no mês;
  • A vida útil do sistema gira em torno de 30 anos, podendo chegar a 50 anos em potência reduzida;
  • Você pode utilizar os créditos de energia solar para abater na conta de luz de outros imóveis que estejam em seu nome e dentro da mesma rede de distribuidora;
  • É possível se reunir com outras pessoas físicas e jurídicas para que, juntos, vocês compartilhem um único sistema de energia solar nos respectivos imóveis;
  • Nas áreas rurais, vale a pena o financiamento de energia solar, pois além de fornecer eletricidade na produção, também pode iluminar postes solares e também ligar cercas elétricas.

Quem pode aderir ao financiamento de energia solar?

Bom, essa é uma dúvida muito comum de quem deseja investir em energia fotovoltaica. Sabemos que o retorno e a respectiva economia financeira torna-se grande, mas nem sempre é possível pagar pelos custos de instalação à vista.

Nesse caso, existem financiamentos específicos para quem deseja instalar energia solar – e a boa notícia é que todos podem solicitar. É o caso, por exemplo, de:

  • pessoas físicas;
  • empresas;
  • produtores rurais.

Cada instituição financeira divulga alguns requisitos (como, por exemplo, ter a idade mínima de 18 anos e possuir crédito aprovado), bem como cada uma delas possui diferentes tipos de condições de pagamento.

Exemplos de instituições financeiras que oferecem financiamento de energia solar

A seguir, vamos listar as principais instituições financeiras que oferecem financiamento de energia solar para pessoas físicas e jurídicas.

Financiamento de energia solar para pessoas físicas

BV Financeira

O Banco BV possui o chamado Financiamento para Energia Solar BV, que oferece financiamento de até 100% do valor, além de carência de até 90 dias para começar a pagar. As taxas de juros costumam variar entre 0,75% e 1,54% ao mês.

Caixa Econômica Federal

A Caixa Econômica Federal oferece para financiamento de energia solar o chamado Construcard, que é aquele conhecido empréstimo para a compra de materiais de construção, mas que também inclui a compra do sistema fotovoltaico.

A carência costuma ser de 2 a 6 meses, com um total de 240 parcelas e taxas de juros variando entre 1,40% a 1,85% ao mês.

Banco do Brasil

O Banco do Brasil possui várias opções de financiamentos de energia solar para pessoas físicas, com diferentes taxas de juros e condições de pagamento. São eles:

Banco Santander

Para pessoas físicas, o Banco Santander oferece o chamado CDC Sustentável Solar, que pode financiar até 100% do valor, parcelar em até 60 meses, com carência de 3 meses e taxas de juros de 1% a 3,9% ao mês. A vantagem é que esse financiamento oferece seguro.

Financiamento de energia solar para empresas

As opções para pessoas físicas e que também se enquadram para pessoas jurídicas são os financiamentos do Banco BV, o da Caixa Econômica Federal e também o financiamento do Santander.

Além desses, outras opções para empresas são:

BNDES

O Banco Nacional do Desenvolvimento (BNDES) oferece às empresas o chamado BNDES Finame, com parcelas de até 60 vezes, carência de 2 anos para pagar e taxas de juros que variam de 11,86% a 12,35% ao ano.

Além disso, o banco também oferece o BNDES Finem para projetos de energia solar superiores a R$10 milhões. As taxas de juro variam de 0,9% a 2,1% ao ano.

Bradesco

O Banco Bradesco também oferece outras duas opções de financiamento de energia solar. São elas:

Banco do Brasil

Para pessoas jurídicas, o Banco do Brasil também oferece duas opções de financiamento de energia solar. São elas:

Unicred Vale Europeu

Para empresas sediadas em Blumenau(SC) e região, a Cooperativa Unicred Vale Europeu oferece financiamento de energia solar com boas condições de pagamento. A taxa de juros é a partir de 0,30% + CDI.

Financiamento de energia solar para proprietários rurais

Existem diferentes linhas de financiamento de energia solar específicas para produtores rurais; porém, citaremos as duas mais conhecidas:

BNDES

O BNDES oferece o chamado Pronaf Bioeconomia para agricultores e produtores rurais familiares (pessoas físicas) que desejam investir em energia renovável no campo.

As taxas de juros podem ser de 2,75% a.a. com carência que varia de 5 a 8 anos e prazo de pagamento que varia de 10 a 20 anos, dependendo do tipo de propriedade.

Banco do Brasil

Para os produtores rurais, o Banco do Brasil também oferece financiamento de energia solar Pronaf Eco, com parcelas de até 144 vezes, taxas de juros que variam de 3 a 4,6% ao ano e carência que varia de 5 a 8 anos.

Se você tem outras dúvidas sobre financiamento de energia solar especificamente para o seu imóvel, a nossa equipe da Reevisa pode te ajudar.

Entre em contato conosco para simularmos os valores e te ajudamos a decidir sobre as melhores linhas de financiamento para você!

Deixe um comentário