Descubra as etapas de instalação de energia solar em uma residência

Saber como instalar energia solar é algo extremamente importante para as empresas especializadas, certo? Mas, para você, que investirá nesse sistema, também!

Não estamos falando que você precisa entender tudo sobre engenharia, geografia, tecnologia, elétrica e tudo o mais que envolve a energia solar, mas entender as etapas é fundamental para que você faça esse investimento com mais segurança.

Por isso, continue a leitura para entender melhor sobre esse assunto! 

O que é um projeto de energia solar?

Um projeto de energia solar nada mais é do que uma descrição detalhada de como instalar energia solar em uma unidade consumidora ou em uma área que abastecerá diferentes unidades consumidoras.

Portanto, se você pretende investir na tecnologia fotovoltaica, antes da instalação, a empresa especializada fará todo um projeto – depois de realizar uma série de análises e estudos sobre a sua demanda específica.

É possível instalar energia solar em diferentes localidades, tais como:

  • em casas ou apartamentos;
  • em condomínios horizontais ou verticais;
  • em indústrias, empresas e comércio em geral;
  • em propriedades rurais;
  • em veículos como motorhomes. 

Antes de entregar o projeto para instalar energia solar em uma residência, a equipe avaliará diferentes aspectos do local, como: posição geográfica, temperatura média, local de instalação dos painéis solares, a média de consumo de energia do imóvel, etc. 

Somente depois de aprovado o projeto e os demais trâmites burocráticos, é que a equipe saberá como instalar energia solar da melhor maneira possível.

Saiba mais: Conheça os projetos de energia fotovoltaica da Reevisa

Etapas para instalar energia solar em uma residência

Bom, depois de entendermos o que é e a importância de um projeto de energia solar vamos entender as etapas:

O local da instalação já estará especificado no projeto, assim como os demais componentes do sistema. Deste modo, a equipe saberá se precisará subir em um telhado, em uma laje ou até mesmo se os painéis serão instalados em algum local do terreno – lembrando que quando os painéis solares ficam no solo são chamados de usinas.  

A instalação é feita em suportes específicos, que são fixados nos locais onde eles permanecerão. Lembre-se que eles ficam inclinados em direção à luz solar

O procedimento geralmente é simples, principalmente se o telhado for de metal, já que basta parafusar o suporte metálico nas telhas. Em caso de telhas de barro, então é feita a remoção delas onde as placas serão instaladas, de acordo com o estabelecido no projeto. 

Saber como instalar energia solar, mais especificamente o suporte e os painéis, é importante para evitar possíveis infiltrações no imóvel. 

Além da instalação do suporte, os trilhos de alumínio também fazem parte da estrutura de fixação dos painéis solares.

Eles são importantes para que os painéis permaneçam presos na estrutura – eles têm a aparência de uma canaleta de alumínio, com a abertura ideal para que as placas fiquem presas. 

Quando a estrutura está pronta é hora de fixar os painéis solares nos trilhos. A quantidade dos painéis dependerá do projeto e da capacidade de potência que foi adquirida. 

Após a instalação dos painéis, uma série de cabos é ligado a eles – é hora, então, de instalar os demais equipamentos dentro do imóvel ou em outro local previsto no projeto. 

A última etapa para instalar energia solar em uma residência é a instalação do inversor solar e as demais caixas de proteção.

Nesse momento de como instalar energia solar em uma residência, o eletricista será o responsável por interligar os cabos que estão nos painéis aos demais componentes.

Um desses componentes é o inversor solar, uma caixa responsável por transformar a energia gerada pelos painéis na eletricidade própria para consumo. Outro equipamento importante é a String Box, que protege os fios de corrente contínua (CC) contra descargas e surtos elétricos. 

Em residências o sistema de energia solar instalado é o On Grid, ou seja, a energia é conectada à distribuidora de energia da região. Nesse caso, toda a eletricidade excedente é injetada na rede pública e retorna a você em forma de créditos. E, nos dias em que precisar, você também pode utilizar a energia da distribuidora.

E então? Gostou de conhecer mais detalhes sobre como instalar energia solar em uma residência? Viu como são muitos procedimentos importantes? No próximo post, confira a importância de contratar uma empresa especializada no segmento e que realmente tenha autoridade no assunto.